Quando digo que dou aula particular e domiciliar para uma criança de 1 ano e 4 meses sempre me perguntam, curiosos, o que eu faço. As suposições giram em torno de brincadeirinhas e musiquinhas, tudo no diminutivo.
E sim! Tem brincadeirinhas e musiquinhas, mas também tem tudo no tamanho normal e gigantesco na realidade e na imaginação.
Hoje está frio e estou animada porque será dia de chá. Faz semanas que ela me pede para fazer chá novamente. Prometi que faríamos no próximo dia frio. Poderia ter feito no dia seguinte, mas quis estimular que ela reparasse na temperatura dos dias e aprendesse a lidar com a espera por algo que se quer muito. No fim, eu também tive que fazer essas observações e a minha vontade de tomar chá foi crescendo.
Pois bem, o dia chegou! Coloquei camomila, hortelã, colherzinhas e xícaras na minha Magic Bag e fui, com borboletas no estômago, tomar chá com minha aluna. Cheguei e preparamos a mesa com cuidado, observamos a água ferver, a fumacinha sair da panela, lembramos que é preciso ter cuidado para não se queimar. Na água quente colocamos porções de ervas, tampamos a panela e esperamos o tempo necessário para o sabor ser extraído, enquanto isso íamos sentindo os cheirinhos tomando conta da cozinha.
Chá pronto! Fomos reunindo outros convidados: o ratinho do livro, a bebê, a bruxa da branca de neve, a Gigi (girafa de pelúcia) e até o lobo mal bateu na porta pra pedir uma xícara de açúcar emprestada.
Dar aula para uma criança é assim cheio de magia e aconchego. Talvez você nem tenha percebido, mas nessa tarde trabalhei matemáticas, ciências, criatividade, narrativa, cuidados, inteligência emocional, os cinco sentidos e muito afeto!

Escrito por – Lara Fernandes Moreira (educadora POPPINS)