Ano novo e seguimos em busca da maternidade perfeita: sem erros, sem culpa, sem gritos e com paciência para dar e vender. ⁣
⁣Mas sabe, quando falamos e pensamos em seres humanos e suas relações é impossível pensar num padrão. Somos seres únicos, exclusivos. Recheados de histórias e experiências que ninguém sentiu e viveu igual. Percebem como não pode existir um padrão nisso?⁣ Percebem como esse ideia de perfeição é ilusória e injusta?

Relacionamentos perfeitos não existem, maternidade perfeita não existe! E graças aos nossos erros, acertos, inseguranças e incertezas que podemos educar as crianças para o mundo!
⁣Seja você mesma, busque dar o seu melhor. E o seu melhor não é aquilo que a vizinha dá. ⁣
⁣É o que só você tem e pode oferecer.

Escrito por: Yolanda Basilio (diretora pedagógica da POPPINS)