O que será que acontece com as crianças na incrível fase dos dois anos?

A mudança de comportamento nessa fase é um processo natural do desenvolvimento. A criança quando completa (aproximadamente) 1 ano e meio e até (aproximadamente) 3 anos, está se descobrindo como um ser, um indivíduo que tem suas próprias necessidades, vontades e desejos.
Quando menor, o bebê acompanhava e seguia o modelo dos seus pais, mas gradualmente ele vai percebendo seus próprios gostos e entra em contato com a necessidade de tomar decisões, de fazer suas próprias escolhas.
Isso, de certa forma, ajuda os pequenos a integrarem o conceito de pertencimento, que é o objetivo por trás de (quase) todos os comportamentos desafiadores. Ou seja, toda criança busca ter o seu papel na família e quando de alguma forma ela se sente excluída, desajustada ou ignorada, aparecem as birras, os gritos e choros.
O que fazer nesses momentos?
1) Antes de dar um sermão ou tentar grandes explicações, se conecte com a emoção que o seu filho está demonstrando. Ex: Estou vendo que você está muito chateado. O que você está sentindo?
2) Espere a criança se acalmar e esteja disponível. Crianças agem melhor, quando se sentem melhor!
3) Só então introduza um diálogo racional sobre o ocorrido.

A criança pequena muitas vezes precisa da ajuda do adulto para integrar o funcionamento do seu cérebro. No meio de uma crise de choro, suas emoções são mais fortes do que a razão. Esteja atento e disponível nesses momentos e ensine sobre autorregulação para o seu filho!